Português     English

Developed by Adilmar Dantas
Zoom

sbeb.gif

Entidade Promotora: Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica - SBEB
Centro de Tecnologia - COPPE/UFRJ, Bloco H, sala 327 - Cidade Universitária
Caixa Postal 68510
CEP 21941-914, Rio de Janeiro - RJ,

A Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica (SBEB) foi fundada em 18 de dezembro de 1975 e conta com aproximadamente 400 associados nas áreas de Bioengenharia, Engenharia Médica, Engenharia Clínica e Engenharia de Reabilitação. Ela é uma instituição civil de caráter científico, sem fins lucrativos, atuando em todo o território nacional, com a finalidade de congregar os profissionais que exercem atividades nos diversos campos de Engenharia Biomédica. Desde sua criação, vem realizando congressos, simpósios e encontros, editando publicações científicas e atuando junto a órgãos governamentais e de classe. Assim, a SBEB tem contribuído para o avanço científico, intercâmbio de experiências e definições de políticas nas áreas de saúde e tecnologia, incentivando a formação e consolidação de programas de ensino e grupos de pesquisa, bem como promovendo a divulgação e o reconhecimento da Engenharia Biomédica no país.

A SBEB tem se destacado pela divulgação das atividades da Engenharia Biomédica no Brasil e na América Latina por meio da publicação da RBE - Caderno de Engenharia Biomédica, atualmente denominada Research on Biomedical Engineering, e da promoção dos Congressos de Engenharia Biomédica (CBEBs). Além dessas atividades regulares, a SBEB participa ativamente em inúmeros grupos de trabalho e comissões governamentais voltadas para o desenvolvimento tecnológico em saúde.

No âmbito internacional, a entidade é afiliada a Federações de países através da IOMP - International Organization of Medical Physics e da IFMBE - International Federation of Medical and Biological Engineering. Nas respectivas áreas, estas Federações são reconhecidas como os órgãos máximos de representatividade da Física Médica e da Engenharia Biomédica. Uma terceira organização, a IUPESM - International Union of Physical and Engineering Sciences in Medicine, reúne as duas federações e representa estas áreas no ICSU - International Council of Scientific Unions.

 

Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Entidade Organizadora: Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR/Campus Curitiba
Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças - Curitiba - PR
CEP: 80230-901

Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial - CPGEI
Programa de Pós-graduação em Engenharia Biomédica - PPGEB
Departamento Acadêmico de Eletrônica - DAELN
Departamento Acadêmico de Eletrotécnica - DAELT
Departamento Acadêmico de Física - DAFIS
Departamento Acadêmico de Educação Física - DAEFI
Departamento Acadêmico de Mecânica - DAMEC
Departamento Acadêmico de Informática - DAINF

A história da UTFPR tem início em 1909, quando foi implantada a Escola de Aprendizes e Artífices do Paraná em Curitiba. Ao longo dos anos, várias foram as denominações e transformações dessa Instituição, passando por Escola Técnica de Curitiba (com cursos profissionalizantes no Ginásio Industrial) e Escola Técnica Federal do Paraná (com cursos técnicos em nível médio). Em 1978, foi transformada no Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (CEFET-PR), passando a ministrar também cursos em nível superior em várias unidades do Estado do Paraná. Em 2005, o CEFET-PR foi transformado na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) que oferta atualmente mais de 100 cursos superiores de tecnologia, bacharelados (entre eles engenharias) e licenciaturas, 19 cursos técnicos de nível médio, 40 programas de pós-graduação stricto sensu, com cursos de mestrado e doutorado e mais de 90 cursos de especialização.

A UTFPR vem atuando em Engenharia Biomédica desde o ano de 1983. Em 1986 foi implantado o Núcleo de Engenharia Hospitalar (NEHOS) através de um convênio com a FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) e, em 1991, este núcleo uniu-se ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial (CPGEI), iniciando assim uma nova área de concentração stricto-sensu em nível de mestrado e, a partir de 1999, em nível de doutorado (único no estado do PR). Atualmente a instituição conta também com o Programa Pós-Graduação em Engenharia Biomédica (PPGEB), que teve seu início em 2011 e oferta de um mestrado profissional.

O grupo de Engenharia Biomédica da instituição conta atualmente com 37 professores atuando nos programas de pós-graduação (CPGEI e PPGEB) ou departamentos acadêmicos dos cursos de Eletrônica (DAELN), Eletrotécnica (DAELT), Física (DAFIS), Mecânica (DAMEC),  Educação Física (DAEFI) e Informática (DAINF). Além dos professores, o grupo conta com aproximadamente 200 estudantes de graduação e pós-graduação.

 

rodape